a autora

Erika Maciel é professora de Língua Portuguesa do Instituto federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Bahia (IFBA). É graduada em letras Vernáculas com Língua Italiana pela Universidade Federal da Bahia (UFBA) e especialista em Gramática e Texto pela Universidade Salvador (UNIFACS).

Em seu livro de estreia – “Formikinha, a formiga que gostava de ler” -, a autora faz uma viagem até sua infância na cidade de Alagoinhas, no interior da Bahia, onde seus avós paternos possuíam uma livraria.

Lá, Erika, ou Formiga, como era chamada por seu avô Teófilo, por ser muito pequena e agitada, ou ainda Kinha, como muitos a conhecem até hoje, cresceu em um ambiente cercado de livros e materiais escolares e no qual a leitura era sempre uma aventura muito prazerosa.